Error

Aumento nos casos de covid tem provocado lockdown em várias cidades

Em Araraquara, a prefeitura decretou fechamento de todas as atividades

O aumento de casos de covid no país está provocando lockdown em vários estados e municípios. Na cidade paulista de Araraquara, depois de registrar 5 mortes pela covid-19 na última sexta-feira (19), e com as UTI lotadas, a prefeitura do município decretou fechamento de todas as atividades não essenciais por 60 horas.

 

O lockdown começou nesse domingo (21), ao meio-dia, e vale até a meia noite de terça-feira, 23. Vão ficar fechados bancos, indústrias, supermercados, postos de combustíveis e todo comércio, e ainda os serviços públicos. Carros e ônibus do transporte não poderão circular. É o mesmo caso da cidade de Américo Brasiliense.

 

Já em Santa Lúcia, também em São Paulo, o prefeito determinou que, desde este domingo (21), a população terá que comprovar a necessidade para circular pelas ruas da cidade. Além de postos de combustíveis, não podem funcionar restaurantes, bares, entregas por aplicativo, comércio e serviços, rede bancária, correios e lotéricas.

 

Em Uberlândia, Minas Gerais, o lockdown visa reduzir o colapso do sistema de saúde local. Desde esse sábado (20), serviços como supermercados, padarias e farmácias só podem funcionar em horários determinados pela prefeitura. Estão liberados restaurantes e lanchonetes nas proximidades de rodovias. Já os da cidade, apenas por meio de entregas.

 

No Rio Grande do Sul, com 11 regiões em bandeira preta no estado, um decreto do governo gaúcho suspendeu, desde esse sábado (20), atividades entre 22h e 5h. A cidade de São Leopoldo pode parar por sete dias, a partir desta segunda-feira (22).

 

Em Goiás, a prefeitura de Ipameri decretou lockdown por 8 dias. O município fica na região de saúde da estrada de ferro, onde é apontada situação de calamidade, de acordo com mapa epidemiológico apresentado pela secretaria de Saúde goiana.

Por Leandro Martins – Brasília

Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *