Error

Bolsonaro critica lockdown e diz que brasileiros precisam trabalhar

Por Sayonara Moreno – Brasília

Depois que alguns governadores decretaram lockdown e toques de recolher nos estados, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas restritivas e dizer que os brasileiros querem trabalhar.

A declaração foi feita nesta sexta-feira (26), durante visita do presidente ao estado do Ceará, onde participou da cerimônia de assinatura para a retomada de obras paradas na região de Tianguá, a cerca de 300 quilômetros da capital, Fortaleza.

O estado do Ceará totaliza mais de 40 municípios com decreto de calamidade pública, devido ao aumento dos casos de covid-19. Desde a semana passada, o governo do Ceará decretou toque de recolher, entre 22h e 5h até o próximo domingo. Além disso, as aulas presenciais em escolas e universidades foram suspensas, e os espaços públicos ficam sem funcionar a partir das 17h.

Nessa quinta-feira, o Brasil registrou mais de 1,5 mil mortes pela covid-19, nas 24 horas anteriores. Foi o maior número desde o início da pandemia, que totaliza mais de 250 mil mortes.

Acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o presidente Jair Bolsonaro participou da assinatura da ordem de serviço para a retomada de três obras paralisadas no Ceará.

A primeira delas é na Travessia Urbana, em Tianguá, na BR-222. Também vai ser reiniciada a obra dos novos traçados da BR-222, na cidade de Umirim e no distrito de Frios. Por último, a conclusão do viaduto que dá acesso a Horizonte, na BR-116, que estava com as obras paradas desde 2018.

Fonte Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *