Error

Plano Safra terá mais de R$ 251 bilhões em créditos para produtores

Por Victor Ribeiro, Repórter da Rádio Nacional – Brasília

 

 

O Plano Safra 2021/2022 terá mais de R$ 251 bilhões em créditos para produtores rurais, o que representa alta de 6,3% em relação à edição anterior.

O diretor de Financiamento e Informação do Ministério da Agricultura, Wilson Vaz de Araújo, detalhou que a divisão desse crédito será entre a agricultura familiar e os produtores como um todo.

Desses R$ 251,22 bilhões, quase R$ 178 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização, como a compra de sementes, insumos e silos. E mais de R$ 73 bilhões serão para investimentos, para a compra de máquinas agrícolas. Os empréstimos poderão ser contratados a partir do dia 1º de julho deste ano até 30 de junho do ano que vem.

Uma das mudanças em relação à edição anterior é que as iniciativas sustentáveis vão ganhar mais destaque no Plano Safra. Elas contemplam o financiamento para a produção de bioinsumos, de energia renovável e para a adoção de boas práticas de uso, manejo e proteção dos recursos naturais.

O Programa para Redução de Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura, também chamado de ABC, é a principal linha para financiamento de técnicas sustentáveis e mais que dobrou do ano passado para cá. Saiu deR$  2,5 bilhões para R$ 5,05 bilhões.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que o Brasil quer se tornar protagonista mundial na agricultura sustentável.

Do ano passado para cá, o orçamento do Plano Safra aumentou quase R$ 15 bilhões de reais. A ministra Tereza Cristina disse que a meta é conseguir mais 49 bilhões e chegar aos R$ 300 bilhões em créditos no ano que vem.

 

Edição: Raquel Mariano/ Beatriz Arcoverde

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *