Error

Moradores do estado do RJ estão confiantes com a retomada econômica

Por Fabiana Sampaio, Repórter da Rádio Nacional – Brasília

 

 

Os fluminenses estão mais confiantes na retomada econômica do Rio de Janeiro e com menor receio de perder o emprego no próximo trimestre. É o que mostra uma pesquisa do IFec, Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análise.

O levantamento do Instituto com moradores do estado do Rio mostrou que o temor de perder o emprego diminuiu novamente em junho, atingindo 39,2% da população, uma redução de quase 10 pontos percentuais em relação ao mês de maio.

A maior alta nesse indicador dentro da série histórica, de acordo com o Instituto, aconteceu em março deste ano, quando o percentual alcançou 62%.

34,6% dos entrevistados  não manifestaram temor com demissão.

De acordo com a pesquisa do IFec RJ, a confiança dos consumidores fluminenses na economia do estado do Rio para os próximos três meses também apresentou melhora em junho, a terceira alta seguida.

O levantamento registrou um aumento no percentual de consumidores que estão confiantes ou muito confiantes, indo de cerca de 30% em maio, para 44,5% neste mês.

Por outro lado, mais de 36% dos entrevistados estão pessimistas e muito pessimistas com relação a economia. Já os entrevistados que acreditam que não haverá alteração se manteve estável, em cerca de 19%.

O diretor do IFec RJ,  João Gomes, citou a vacinação  contra a covid-19 como um fator importante para o resultado e avalia que o segundo semestre deve ter um cenário ainda melhor:

Com relação a confiança na economia nacional, mais da metade dos consumidores entrevistados, 51%, se mostrou confiante ou muito confiante, uma alta de 16 pontos percentuais em relação a maio. Já o indicador dos que estão pessimistas ou muito pessimistas caiu de 47 para cerca de 33%.

A pesquisa também avaliou o endividamento dos fluminenses. O percentual dos entrevistados que se disseram endividados ou muito endividados diminuiu de 57% em maio, para 50% em junho. O cartão de crédito segue na liderança das dívidas, seguido pelas contas de luz, gás, água, internet e telefone.

A sondagem foi realizada entre os dias 10 e 16 de junho e contou com a participação de 301 consumidores do estado do Rio de Janeiro.

Edição: Sheily Noleto/ Beatriz Arcoverde

Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *