Error

Polícia investiga fraudes em bombas de postos de combustível no RJ

A Polícia Civil realizou, no último dia 29 de junho, uma operação contra a fraude em bombas de postos de combustíveis no Rio de Janeiro. Na ação, os agentes da DDSD (Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados) cumpriram mandados de busca e apreensão em endereços ligados a empresários envolvidos na instalação de microchips nos equipamentos.

Segundo as investigações, um dos alvos é conhecido como “71” ou “Rei do Chip”. Ele e o filho são sócios de uma empresa de informática especializada na fabricação deste aparelho de adulteração das bombas de combustíveis.

Segundo o delegado André Leiras, eles instalavam microchips em bombas de gasolina, que abasteciam veículos com quantidade menor do que a mostrada no visor. Os veículos deixam de abastecer uma média de 7% a 15% do valor que realmente é pago pelos consumidores. Então o lucro do posto aumenta, além dos estabelecimentos praticarem outros crimes, como sonegação fiscal e contra as relações de consumo.

A Polícia Civil identificou que os investigados compraram carros de luxo e compraram outros postos de combustíveis em Irajá, na zona norte do Rio, e em cidades como Resende e Angra dos Reis. Em um desses municípios, um posto foi negociado pelo valor de R$1.800.000,00.

Fonte: Serra News RJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *