Error

Polícia prende acusados de matar três jovens em Campos dos Goytacazes

Policiais civis da 146ª DP (Guarus) e militares prenderam, nesta terça-feira (13/07), dois homens acusados de matar três jovens. Os corpos foram encontrados, há cerca de um mês, às margens da BR-356, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

O crime causou comoção na cidade, pois os autores publicaram fotos nas redes sociais das vítimas vivas e, posteriormente, dos corpos. As investigações revelaram que os três rapazes foram mortos por integrantes do narcotráfico que atua na comunidade Santa Helena. A motivação seria o fato deles morarem em uma localidade dominada por uma facção rival.

Durante as diligências, os agentes apreenderam grande quantidade de entorpecente, reforçando o envolvimento dos presos com o tráfico de drogas.

 

Crime

Na manhã desta terça-feira (13), policiais da 146ª DP conseguiram prender dois acusados de participarem da execução dos três rapazes. Houve também prisão de dois traficantes da comunidade Santa Helena, além de drogas apreendidas. Os três rapazes assassinados moravam no KM 14, em Guarus, local de facção criminosa rival a Santa Helena. Ao todo, seis pessoas se envolveram no crime de execução.

Polícia prende acusados de matar três jovens em Campos dos Goytacazes

A investigação policial concluiu os três jovens mortos deixaram a comunidade do KM 14 para realizarem compras no shopping. Utilizaram um veículo emprestado de um morador amigo. Eles não voltaram para casa. Sem notícias dos jovens, isso acabou alarmando as famílias que procuraram pela delegacia algumas horas depois. Foi encontrado o veículo abandonado às margens da rodovia.

“Posteriormente, em buscas realizadas pela PM foram encontrados os cadáveres em contexto onde pessoas que chegaram a fugir da cena preparada para incinerá-los. Esses indivíduos naquela data transitavam próximo à comunidade do Santa Helena. Foram reconhecidos por pessoas ligadas ao tráfico local. Eles foram abordados, sequestrados, levados até o interior da comunidade. Integrantes dessa facção realizaram contato com o líder do narcotráfico que se encontra encarcerado. Eles receberam uma ordem para que assassinassem esses garotos”, disse.

O inquérito policial constatou que Sávio Bryan Rosa Ribeiro, Marlon Rodrigues Pereira, Matheus Fernandes Carvalho foram conduzidos até o local onde os corpos foram encontrados amarrados. Eles foram executados e abandonados. De acordo com a delegacia, o crime repercutiu pois os acusados publicaram fotos nas redes sociais das vítimas vivas e, logo depois, dos corpos.

Fonte: Serra News RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *