Error

Mais uma mulher pode ter sido vítima de feminicídio no Sul do Estado

Carla Valadares da Silva Souza, 35 anos, foi atropelada e morta na tarde desta quinta-feira (28) em Guaçuí, no Sul do Estado, próximo ao destacamento do Corpo de Bombeiros (CB). Segundo informações da Polícia Militar, ela foi acionada para atendimento a uma ocorrência na ES 484, onde uma mulher estaria sendo atacada fisicamente por um homem, quando populares interviram para livrá-la das agressões.

O  motorista de uma saveiro branca conta que diminuiu a velocidade para passar no local do conflito, quando a mulher teria entrado na carroceria. Foi quando emo agressor teria entrado num Ford Fiesta de cor preta  e seguido o seu carro até Guaçuí, colidindo nele propositalmente, momento em que Carla Valadares teria caído da caminhonete e sido atropelado pelo motorista do carro preto.

A Polícia Militar relata que ao retornar à sede do município, foi informada por populares que um homem havia atropelado uma mulher em frente ao destacamento do Corpo de Bombeiros Militar. A vítima era a que havia sido agredida na ES 484, que foi atendida pela equipe do Corpo de Bombeiros e paramédicos do Samu 192, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O suspeito do atropelamento deixou o carro e fugiu do local. Buscas foram imediatamente iniciadas, mas o homem não foi localizado. A perícia da Polícia Civil foi acionada para procedimentos e demais investigações.

Caso se confirme que o atropelador é ex-marido, essa seria a quinta morte provocada contra mulheres por namorados ou  ex-companheiros no Sul do Estado entre os dias 16 de setembro e 28 de outubro.

 

Relembre alguns casos

16/9 – Charlene de Lenis Gonçalves e a filha Isaquiele Júnia Gonçalves de apenas 10 anos foram mortas a facadas em Marataízes pelo ex-namorado Michael Prates.

25/9 – Giselly Thais Cassandra de Souza foi morta a tiros em Conceição do Castelo pelo ex-marido e pai de sua filha.

28/9 – Adriana Torrente Moreira desapareceu e seu corpo foi encontrado somente no dia 3 deste mês em um córrego, também em Conceição do Castelo. O ex-marido Brás Moreira também foi encontrado morto e a Polícia trabalha com a hipótese que ele matou a mulher e depois tirou a vida.

17/10 – Roseli Valiati Farias desapareceu após sair para se encontrar com o namorado Alexandre Nunes, com quem se relacionava desde abril deste ano. Após a policia pressionar o suspeito, no dia 20 ele confessou o crime e revelou onde o corpo estava. Ela queria terminar o relacionamento porque teria descoberto que ele teria outra namorada

02/04 – Keila de Souza Oliveira foi atingida por quatro tiros disparados pelo marido, Lucimar de Souza Ramos, que tentou tirar a vida após o crime, mas sobreviveu. O crime ocorreu em Cachoeiro e familiares contaram que ele já havia ameaçado a mulher de morte outras vezes.

15/5- A técnica em enfermagem Leidiane Erqui Tonetti Andreão foi assassinada a tiros na frente da filha, em Castelo pelo marido O marido Wellington Denadai Andreão, que atirou contra ele mesmo e acabou morrendo após dias internado.

19/6 – Lucia Helena Coqui foi assassinada com facadas e pauladas por um homem com quem mantinha um relacionamento e não teve seu nome divulgado pelo Polícia. O motivo, segundo testemunhas, foi o fato da vitima não querer mais o relacionamento

9/7 – Juliana Moreira Rodrigues foi assassinada com golpes de pé de cabra pelo ex-marido Leonardo Maganha Dias no interior de Mimoso. Ele não aceitava o fim do relacionamento.

Fonte: Dia a dia ES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *