Error

Campos: bebê de um ano morre com indícios de violência e crime sexual

Um bebê de um ano e dois meses morreu na noite de quarta-feira (30/03), no Hospital Doutor Beda, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, vítima de maus-tratos e abuso sexual. A informação foi passada pela Polícia Civil.

A criança morava em Laje de Muriaé e estava sendo atendida na UPA de Itaperuna. De acordo com a Polícia Civil, em razão de complicações em seu quadro, a menor foi encaminhada para Hospital Doutor Beda, em Campos, morrendo cinco horas após dar entrada na unidade.

O pré-laudo indica hiperemia anal com fissura e alargamento de pregas anais e sepse de foco urinário, havendo forte indício de que criança foi vítima de crime sexual. Além disso, o relatório médico solicitado indica também a presença de lesões difusas no tórax (queimaduras), havendo também indício de crime de maus tratos.

O procedimento de remoção para verificação de óbito foi devidamente realizado e a perícia foi feita confirmando os indícios citados acima.

A princípio, a delegacia de Lajé de Muriaé é o local da prática de eventual delito sexual e maus tratos, sendo assim, o responsável pela unidade foi comunicado do fato e de sua gravidade.

A mãe da criança foi à delegacia do Centro de Campos no fim da manhã de quinta-feira (31) para prestar depoimento. O Serra News aguarda informações da Polícia Civil para saber mais informações sobre o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.